Harry Potter e o fandom brasileiro

Há mais de uma década encantando crianças e adultos

A paixão da estudante de Design Gráfico, Aline Penha, 19 anos, pela saga Harry Potter teve início em 2001, quando assistiu ao primeiro filme Harry Potter e a Pedra Filosofal. A partir daí, leu todos os livros e iniciou uma coleção que reúne os DVDs dos filmes, álbuns de figurinhas, bonecos, canetas, roupas, varinha, um VHS, entre outros itens.

Aline e parte do acervo Potter (Foto: tarcilaz)

De acordo com a colecionadora, a história de Potter inspira seu cotidiano. Fã da personagem Hermione, ela destaca que as situações retratadas serviram de exemplo para a sua vida. “Certa vez, dois dos meus amigos mais próximos brigaram, mas eu resolvi não tomar partido. No fim, eles voltaram a conversar e eu não perdi a amizade de nenhum deles”, declarou. Outra situação que a auxiliou a enfrentar a realidade foi quando Dumbledore morreu pela varinha de Snape. “Meu avô faleceu e eu já tinha lido a parte que trata da morte do Dumbledore, e isso me ajudou a compreender a questão da perda de entes queridos”, comentou.

Primeiro filme em VHS, que já é praticamente uma raridade (Foto: tarcilaz)

Em eventos, a colecionadora faz cosplay da Murta que Geme, e a sua maior curiosidade, que inclusive a motivou escrever uma carta à autora, é saber o nome desta personagem que assombra um banheiro feminino no segundo andar do castelo de Hogwarts. “Ninguém tem o nome Murta, por isso eu gostaria de saber o nome dela”, destacou.

Em 2008, Aline passou a fazer parte do site Potterish.com, que foi o primeiro (sem ser do idioma inglês) a ser condecorado, em 2006, com o FSA – Fã Site Award, prêmio que a escritora JK Rowling concede aos melhores sites de fãs pelo mundo.

(Foto: tarcilaz)

O que poderia ser real?

De acordo com Aline, tanto o Vira-tempo (artefato mágico que permite viajar no tempo), usado por Hermione Granger, e o feitiço Petrificus Totalus ( que petrifica o oponente) poderiam fazer parte do dia a dia dos trouxas (pessoas que não possuem poderes mágicos).

O início do fim

Com o lema “A Magia não tem fim”, a PotterSampa reuniu aproximadamente 500 pessoas para a Convenção e Baile de Inverno, no último dia 19 de junho de 2011. A primeira edição da Convenção ocorreu em abril de 2007, e consiste em um dia inteiro de atividades e jogos, com temáticas potterianas. É a chance de, mesmo sendo ‘trouxa’, fazer parte de Hogwarts.

Preocupada com a questão social, a equipe solicitou aos participantes a doação de alimentos não perecíveis. Resultado: arrecadação de 347 quilos entre arroz, feijão, farinha, macarrão, os quais foram doados às casas de apoio mantidas pela Paróquia de Sant’Anna.

Veja alguns dos fãs/cosplayers presentes na Convenção e Baile de Inverno:

Cosplayers de Alastor Moody (“Olho-Tonto”) e da Prof. Sibila Trelawney (Foto: tarcilaz)

(Foto: tarcilaz)

Parte dos Vilões:

(Foto: tarcilaz)

Cosplayer da vilã Bellatrix Lestrange (Foto: tarcilaz)

Veja mais imagens!

Comments
  1. Anderson | Responder
  2. Nicole | Responder
  3. Koleções | Responder
  4. Thiago Soares | Responder

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *