Cores, muitas cores

Colecionar esmaltes já virou paixão nacional

A jornalista Paula Camila Rodrigues, 27 anos, coleciona esmaltes desde julho de 2010, quando diversas cores e texturas como os craquelados, os holográficos e os que contêm glitter, começaram as ser lançados no mercado brasileiro. Paula sempre foi vaidosa e pinta as unhas desde os 12 anos. “Eu sempre gostei de tons de azul e verde, mas antigamente essas cores eram encaradas como estranhas”, afirmou.

O hábito de deixar as mãos bonitas foi criado na adolescência por Paula (Foto: Divulgação)

O acervo ultrapassa 1500 vidrinhos e não são usados até o fim. Para organizar a coleção, Paula possui uma lista em seu smartphone que serve de auxílio para evitar a compra de cores repetidas, por exemplo.

Esmalte virou acessório de moda e o principal objetivo é criar um acervo extenso, principalmente das edições limitadas e raras, como a da Hello Kitty, da fabricante canadense M.A.C (foto). Outro motivo importante para manter a coleção é que os esmaltes duram no máximo até dois dias nas unhas da colecionadora. “Eles descascam com facilidade no meu caso, então a coleção me ajuda também por esse motivo”, comentou.

E o investimento com a coleção também pesa no bolso? Qual esmalte foi o mais caro?
Paula foi taxativa: “Foram dois esmaltes da Chanel ao preço de 92 reais cada”, sendo que um ela ganhou da mãe, que também já trouxe alguns exemplares do Egito, França, além de outros que integrarão a coleção após viagem a Argentina em abril de 2011. Atualmente, reside no Rio de Janeiro, mas troca esmaltes com colecionadoras de Brasília, Curitiba, entre outros estados.

Apaixonada por coleções, ela já teve um acervo de papéis de carta e ajudava o irmão a completar álbuns de figurinha ao levar as repetidas para trocar com os colegas na escola. “Eu ficava doida para que ele completasse o álbum”, destacou.

Opinião de Profissional

A esteticista Solange Correia Lucio começou a colecionar esmaltes em 2006 e possui em torno de 1000 vidrinhos. Ela pinta as unhas duas vezes por semana.
Além da profissão, a colecionadora ministra cursos de unhas decoradas, também chamado de Art Nails, na Academia da Manicure. Outra novidade para as apaixonadas por esmaltes é a loja virtual de Solange, o Shop da Manicure.
Para obter mais informações sobre cursos ou produtos: blog Esmalte e Unhas e o twitter @shopdamanicure

Dicas e cuidados especiais:

Paula recomenda que os esmaltes sejam guardados em pé, longe da luz e de variações bruscas de temperatura.
A esteticista Solange destaca que o vidro de esmalte precisa ser bem vedado para que não perca seu princípio ativo e, consequentemente, resseque. Sendo assim, é necessário limpar a boca do vidrinho para eliminar o esmalte que resseca e impede o perfeito fechamento.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *